---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?


Ameosc divulga ranking IFGF da região e Princesa figura entre as cidades com gestões consideradas de “excelência” ...

Publicado em 29/11/2019 às 08:48 - Atualizado em 29/11/2019 às 11:10

Ameosc divulga ranking IFGF da região e Princesa figura entre as cidades com gestões consideradas de “excelência” ...

A Associação dos Municípios do Extremo-oeste (Ameosc) divulgou nesta semana, o ranking regional do Índice Firjan de Gestão Fiscal, que é composto por quatro indicadores: Autonomia, que é a capacidade de financiar a estrutura administrativa; Gastos com Pessoal, que significa o grau de rigidez do orçamento; Liquidez, que trata do cumprimento das obrigações financeiras das prefeituras e Investimentos, que é a capacidade de gerar bem-estar e competitividade. O IFGF faz leitura simples dos resultados, com a pontuação entre 0 e 1. Quanto mais próximo de 1 melhor a gestão fiscal do município. A pontuação é dividida em quatro categorias. Resultados entre 0,00 até 0,4, significa uma situação critica, entre 0,4 até 0,6, uma gestão em dificuldade, de 0,6 até 0,8, uma boa gestão e entre 0,8 até 1,0, gestão de excelência. A análise é realizada com base em dados oficiais das contas das cidades. No Extremo-oeste lideram o rankig, as cidades de Tunápolis com pontuação de 0,0904, São João do Oeste (0,0887), Iporã do Oeste (0,882), e PRINCESA (0,834), figuram entre as cidades com gestões consideradas de excelência. Os municípios de São José do Cedro (0,758 pontos), Itapiranga (0,737), Guarujá do Sul (0,733), Mondaí (0,710), Paraíso (0,678), Guaraciaba (0,674), Palma Sola (0,643), Barra Bonita (0,643), São Miguel do Oeste (0,639) e Descanso (0,623) tem suas gestões consideradas como boa. Já Santa Helena, com índice de 0,582 pontos, seguida de Anchieta (0,562), Bandeirante (0,547), Dionísio Cerqueira (0,538) e Belmonte (0,488), tem suas gestões avaliadas como em dificuldade.

Fonte/Ameosc