Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para busca 3 Ir para rodapé 4 Acessibilidade 5 Alto contraste 6

---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

Coronavírus
COVID-19

Publicado em 29/06/2021 às 15:24 - Atualizado em 30/06/2021 às 07:26

Princesa passa coletar termo de desistência da vacina de combate a Covid-19.

Apesar de não ser obrigatória, quem dispensar a vacina terá que assinar autodeclaração. 

Quem faz o alerta é o Secretário da Saúde Marcos Vivan. "A partir de agora, quem não quiser se vacinar, assinará uma autodeclaração, dizendo estar ciente dos benefícios e efeitos colaterais, assim como dos riscos a que estará exposto pela recusa da vacina".  

Vivan esclarece que o cidadão que optar em não ser vacinado, deverá assinar este documento diretamente no Posto de Saúde ou com as Agentes de Saúde de cada microárea.   Ele frisa que a vacinação não é obrigatória, e por isso, o município coletará as assinaturas de quem não tiver interesse pela vacina.  

" O objetivo é mapear a quantidade de interessados dentro de cada grupo, facilitando atingir a meta de 75% estabelecida pela DIVE/SC, permitindo o avanço da vacinação".  

O Secretário disse que o cidadão que mudar de opinião, poderá procurar a UBS, anular a declaração assinada e se vacinar contra o vírus.   Até o momento foram vacinados em Princesa 1.211 pessoas (primeira dose) e 415 com a segunda dose da vacina de combate ao


Informações Relacionadas